Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
iconMeu carrinho

CLORETO DE MAGNESIO USP 1KG

0 Opiniões

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Descrição Geral

Quando dissolvido em água diminui o pH do mosto cervejeiro. É utilizado a fim de favorecer a ações enzimáticas que acontecem nas células de levedura, contribuindo para uma fermentação mais saudável. NÃO ULTRAPASSSAR os 150 PPM DE Mg.

Se possível, analise sua água antes de proceder mudanças, se não, faça amostras pequenas - testes, e encontre a forma que funciona mais para seu processo cervejeiro.

Sais para Cerveja

O uso de sais/ácido/bases em cervejas tem diversas razões: podem ser usados para mudar o pH, para acrescentar, ou corrigir, certos íons, que influenciarão o metabolismo das leveduras, ou para reproduzir as condições exatas de água de uma determinada região.

 

ÍON

EFEITO NO PROCESSO E NA CERVEJA

CÁLCIO (CA+)

Acidifica o mosto e a fervura, precipitando fosfatos, e com isso aumenta a ativididade enzimática, ajuda na lavagem diminuindo a viscosidade, reduz a extração de taninos, reduz a extração e isomerização de alfa-ácidos. Também melhora a clarificação precipitando proteínas e aumentando a floculação e sedimentação do fermento. E melhora a estabilidade da cerveja. Excesso de cálcio pode atrapalhar a fermentação reduzindo o fosfato que serve de nutriente para o fermento. Não tem efeito direto no sabor, apenas através do seu efeito no processo. Usualmente presente entre 50 e 100ppm.

MAGNÉSIO (MG+)

Acidifica como o cálcio, precipitando fosfatos, mas é menos eficaz. Importante nutriente para o fermento de 10 a 20ppm. Malte já tem uma quantidade significativa de Mg. Em excesso (acima de 30ppm), contribui com amargor desagradável.

SÓDIO (NA+)

Não é importante no processo mas afeta o sabor da cerveja, aumentando as sensações de corpo e doçura. Desagradável em excesso. Desagradável na presença de sulfato; quanto mais sulfatos, menos sódio, e vice-versa, sendo 100ppm de sulfato de sódio o limite para essa combinação.

CLORETO (CL-)

Não é importante no processo em quantidades normais, mas afeta o sabor da cerveja, aumentando a sensação de corpo e a doçura do malte, principalmente quando em combinação com sódio, sendo importante em vários estilos, como Porter e Brown Ale, mas não sendo apropriado para Dry Stout e IPAs.

SULFATO (SO4–)

Acidifica. Ajuda a degradação do amido e das proteínas. e ajuda na filtragem e na formação do trub. Melhora o sabor do lúpulo e diminui o seu amargor. Dá um paladar mais seco.

BICARBONATO (HCO3-)

Alcalino. Resiste à acidificação da brassagem. Dificulta a ação da alfa-amilase. Dificulta o cold break. Aumenta o amargor, mas de maneira desagradável. Melhor para cervejas escuras pouco lupuladas.

Fonte: Cervejarte, Ricardo Rosa

 

SAL

FÓRMULA

1G EM 20L

GIPSITA (SULFATO DE CÁLCIO DIIDRATADO, GESSO CERVEJEIRO, “GYPSUM”)

CaSO4 2H2O

11.6ppm de Ca++, 27.9ppm de SO4–, 29ppm de dureza

CLORETO DE CÁLCIO DESIDRATADO

CaCl2

18ppm de Ca++, 32ppm de Cl-, 45ppm de dureza

CLORETO DE CÁLCIO DIIDRATADO

CaCl2 2(H2O)

13.6ppm de Ca++, 24.1ppm de Cl-, 34ppm de dureza

SAL AMARGO (SAL-DE-EPSON, EPSOMITA, SULFATO DE MAGNÉSIO HEPTAIDRATADO, “EPSOM SALT”)

MgSO4 7(H2O)

44.5ppm de Mg++, 19.5ppm de SO4–, 20.3ppm de dureza

SAL NÃO-IODADO (CLORETO DE SÓDIO)

NaCl

19.6ppm Na+, 30.3ppm de Cl-, 0ppm de dureza

BICARBONATO DE SÓDIO

NaHCO3

13.7ppm de Na+, 36.3ppm de HCO3-, 0ppm de dureza

CALCITA (CARBONATO DE CÁLCIO)

CaCO3

20ppm de Ca, 30ppm de CO3, 50ppm de dureza

BICARBONATO (HCO3-)

Alcalino. Resiste à acidificação da brassagem. Dificulta a ação da alfa-amilase. Dificulta o cold break. Aumenta o amargor, mas de maneira desagradável. Melhor para cervejas escuras pouco lupuladas.

Nome do sal:

 Concentração em 1g / 5L

 Gramas por colher de chá (média)

Efeito:

Comentários:

Carbonato de Cálcio
(CaCO3)
ou - Chalk
105 ppm 
Ca+2
158 ppm CO3-2
1.8Aumenta o pHPor causa de sua solubilidade limitada só tem efeito quando adicionado diretamente na mostura. Usado para cervejas escuras, em regiões com água "leve".
Sulfato de Cálcio
(CaSO4)
ou - Gypsum
61.5 ppm 
Ca+2
147.4 ppm 
SO4-2
4.0Diminui pHUsualmente adiciona-se cálcio se a água tem baixos teores de sulfato. Adição de sulfato  incrementa a sensação de "crispness" no amargor do lúpulo ou seja melhora o aroma do lúpulo, diminuindo seu amargor.
Cloreto de Cálcio
(CaCl2)
72 ppm
Ca+2
127 ppm
Cl-1
3.4Abaixa pHUsado para adição de cálcio em águas com baixo teor
"Useful for adding Calcium if the water is low in chlorides." - John Palmer
Sulfato de Magnésio
(MgSO4)
ou Epsom Salt
26 ppm 
Mg+2
103 ppm
SO4-2
4.5Abaixa pHPode ser usado para melhorar o aromar de lúpulo.
Bicarbonato de Sódio
(NaHCO3)
ou Baking Soda
75 ppm
Na+1
191 ppm 
HCO3-
4.4Aumenta pH / Alcalinidade

Aumenta a Alcalinidade, e pode ser usado quando o pH esta muito baixo e/ou há pouca alcalinidade residual.

"If your pH is too low and/or has low residual alkalinity, then you can add alkalinity. See procedure for calcium carbonate."  - John Palmer

Fonte: How to Brew, John Palmer.

Ficha técnica
Código1001898
Modelo1001898
CategoriaCozinha Single Vessel
MarcaFabrica Do Cervejeiro
Comentários

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.